Vamos lá na favela
Dê uma olhada pra ver
Condições subumanas
Situação deplorável
Das ruas, das crianças,
Dos barracos
Condenados a uma vida insegura

Sobrevivência é a lei do dia-a-dia
Miséria e fome, tiroteio e correria
As quadrilhas passam a comandar
E a polícia sobe pra matar

Como ficam as pessoas?
Como ficam as crianças?
Vendo essa situação
De pobreza e agressão

Condenados a viver sob o caos
Caos!

Condenado ao caos